sexta-feira, 10 de maio de 2013

Como tudo começou

Olá, em poucas palavras vou contar a trajetória até  momento de como começou essa história de trazer o aikidô para o estado.

Meu  nome é André, sou do Rio e moro em Niterói. Pratico o aikidô há mais de 20 anos. Por motivos pessoais comecei a vir com frequência a Teresina. Naturalmente a minha primeira reação foi buscar algum dojo aonde eu pudesse treinar quando estivesse por aqui. Para minha surpresa não havia nenhum, não só na cidade, como no estado. Isto foi em abril de 2011.

Timidamente comecei a anunciar na internet que desejava montar um grupo de estudo. Grupo de estudo por que não haveria a disponibilidade de aulas com frequência muito grande sob minha orientação, no máximo 1 vez por mês. Assim quem tivesse interessado teria que se esforçar bastante lendo livros, vendo vídeos, pesquisando na internet e se juntando eventualmente para discutir e treinar algumas coisas, tais como rolamentos, posturas e movimentações. Dúvidas e correções aconteceriam na aula presencial. Quase um aikidô EAD.

Coloquei algumas postagens no Orkut(alguém se lembra disso?) e busquei no Google pessoas que estivessesm interessadas. Até março de 2013 duas pessoas haviam entrado em contato comigo, mas toda vez que tentava marcar algo com elas não havia resposta. Tudo muda quando entro em contato com a Suzane Jales. Por acaso encontrei o blog dela na internet, aonde havia um texto sobre aikidô e ela se lamentava não poder treinar uma vez que não havia ninguém em Teresina que ensinasse. O texto pode ser lido clicando aqui. Ela rapidamente agilizou tudo. Na verdade ela já havia tentado trazer o aikidô para o Piauí em 2010. Naquela época houve uma entrevista na TV com o sensei José Sérgio Sartori que estava visitando a cidade e uma apresentação que contou com o sensei Luis Capozzi. Enquanto isso, Liana, minha namorada, ajuda a organizar a infra-estrutura necessária.

Após algumas conversas entramos em contato com o mestre Expedito Falcão, treinador de judô da campeã olímpica Sarah Menezes, que disponibilizou o seu espaço para que pudéssemos começar as aulas.

Bom, a história ainda é bem curtinha, mas queremos trabalhar para fazer com que ela cresça. Se quiser nos ajudar venha treinar conosco no dia 01 de junho de 2013.

Arigato gozaimasu!

2 comentários:

  1. Olá, André.

    Onegai shimasu!

    Pois vai encontrar um batalhão de pessoas que simpatizam e que gostariam de ser aikidocas, além de outras que já possuem alguma experiência com o aikido. Faço parte desse time, pois desde o ano passado venho tentando trazer a arte para Teresina, juntamente com o Kendo e o Krav Maga, com as quais tive convívio na época do Exército, no Rio, onde servi no Batalhão de Forças Especiais, no Camboatá, durante 4 anos.
    Conheço a Suzane Jales (jornalista).
    Hoje trabalho no Banco do Brasil, sendo responsável pelo marketing da empresa no Estado.
    Espaço não faltará para os nossos treinos, caso decida estreitar as vindas ao Piauí. Por exemplo, podemos conseguir a nossa AABB, que tem espaço com um ótimo pé direito para treinos com bokken, jo, etc.
    Já estou inscrito para o dia 1/06/2013. Tenho 46 anos e também estudei na PUC Rio. Além do BB, sou professor universitário aqui em Teresina.
    Meus contato: saviobb@hotmail.com

    Domo arigato gozaimashita

    ResponderExcluir
  2. Sávio, agradeço as palavras de incentivo. Acredito que no dia 01/06/2013 estaremos fazendo história implantando definitivamente o aikidô no estado. Inicialmente com essas aulas mais esparsas(a segunda está prevista para o dia 22/06/2013), mas com a formação de novos graduados aos poucos torna-se uma realidade mais presente.

    Conto com a sua presença no dia 01/06/2013.

    Abraço.

    André
    Shodan aikikai
    Instrutor da Escola Meirelles de Aikido
    Filiada à Aikikai Foundation, à IAF e à FEPAI

    ResponderExcluir